Por Onde Começar uma Inspeção?

Por Onde Começar uma Inspeção?

Compra e Venda | Por: | 29 fev 2016 | 1 comentário

Uma das dúvidas mais comuns de pessoas que pretendem trocar de carro é a parte da inspeção. Elas não sabem por onde começar, tão pouco sabem qual o detalhe essencial a ser inspecionado à primeira vista.

São raros os casos em que a pessoa está ciente dos detalhes a serem observados com mais atenção, sem precisar do "olho clínico" de um perito (um mecânico, por exemplo).

Este é o ponto! A falta de informação acaba tornando esta etapa da compra um pouco mais trabalhosa e dispendiosa. Além do mais, hoje em dia, ninguém quer perder tempo e muito menos perder dinheiro. Concorda?

É por isso que quero deixar aqui algumas dicas e lhe mostrar minúcias que, com certeza, vão lhe ajudar na hora de comprar seu carro.

PARTE EXTERNA:

Fique atento aos detalhes externos que podem revelar muitas informações importantes do veículo, como por exemplo:

  • Pneus - informe-se sobre a quilometragem do carro, caso seja menos de 30.000 km os pneus, provavelmente, serão da mesma marca (salvo em caso de alguns incidentes - que são muito comuns acontecer). Lembre, inclusive, de olhar o step, que deve estar em condições de rodar caso haja alguma emergência.

Se o carro estiver com a quilometragem acima de 30.000 km, esteja atento para a qualidade dos pneus. Certifique-se de que o desgaste dele é uniforme, caso contrário apresentará problemas que podem ser corrigidos com um alinhamento.

  • Lataria - Fique tranquilo, você não precisa ser um especialista, mas fique alerta quanto aos espaçamentos das peças. Abra e feche as portas, observando com atenção se há diferenças entre elas. Faça o mesmo com o porta-malas. Inspecione seu interior, veja se as vedações são originais de fábrica e se há indícios de infiltrações.

Repita o processo na parte dianteira do carro, abra e feche o capô, veja se há diferenças nos frisos (efeitos comuns em carros que sofreram pequenas colisões).

Ao abrir o capô, repare se a peça que envolve os faróis são peças plásticas, que devem estar em perfeito estado. Assim como os parafusos que estão ao redor da lataria, observando se eles não têm marcas de chaves (fenda ou boca), se há vestígios de tinta.

Estes são indícios de um carro refeito, seja com pequenos reparos ou consertos de maior escala, em decorrência de colisões mais fortes.

Se você olhar com calma, vai constatar facilmente estas diferenças (caso elas tenham acontecido).

  • Motor - esta é a parte que você, necessariamente, não é obrigado a entender. Mas, vou deixar aqui uma instrução básica para você não se passar por um completo desinformado.

O primeiro passo é ligar o carro e acelerar. Suba a aceleração devagar, repita por algumas vezes. Em alguns momentos acelere e retire o pé do acelerador rapidamente. Veja se o barulho do motor continua uniforme sem falhas. Na sequência, peça a alguém para acelerar para você, e veja se sai alguma fumaça pelo escapamento.

Caso você tenha realmente se apaixonado pelo carro e que muito comprá-lo, por questão de segurança, leve-o a um mecânico de confiança que vai constatar o real estado do motor.

Se você, por exemplo, estiver em uma cidade onde não conhece nenhum mecânico, faça a sua pesquisa, busque indicações, ofereça R$50,00 pra que este mecânico veja os detalhes do motor. Se houver algum problema, mesmo não sendo sério, pode ser um excelente argumento para negociar o preço do carro.

PARTE INTERNA:

Geralmente, as pessoas têm  o impulso de abrir a porta do tão desejado carro e entrar. Aproveite este momento e sinta o odor, que pode denunciar se o carro tem algum tipo de problema de vedação por onde entra água. O cheiro, neste caso, é muito peculiar e inevitável de ser constatado. Se tiver um odor típico de umidade, levante os tapetes passe a mão no carpet e observe se a umidade vem de baixo do carro.

Gire a chave na ignição e teste itens como: piscas, faróis, lanternas, ar, ventilação, luzes internas e demais acessórios elétricos.

Inspecione também os detalhes do estofamento, do forro, painel, a situação dos tapetes, a limpeza no interior do veículo.

Estes detalhes revelam se este carro foi bem cuidado.

LEMBRE-SE SEMPRE: Qualquer detalhe que não esteja de acordo com as características do carro, pode ser usado como argumento na hora de negociar o valor do carro, considerando o que você vai precisar desembolsar a mais para deixar o carro em plena condição de uso, após fechar o negócio.

Da uma olhada no vídeo que fiz mostrando na prática como você deve agir.

Quer saber como você pode trocar de carro sem perder dinheiro?

Cadastre seu e-mail e assista a um vídeo que mostra o passo a passo

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO


Sobre o Autor


Foto Autor

João Paulo Machado

João Paulo é um apaixonado por carros, com anos de experiência neste ramo, comunicador, especialista em negociação e vem ajudando pessoas a trocar de carro sem perder dinheiro. [Saiba mais]

Paginação entre posts

Posts Relacionados


Não há posts relacionados.

Comentários


  1. Grizzly
    21/11/2016 às 6:15 am

    Haha. I woke up down today. You've chereed me up!

Deixe o seu comentário