Fraude no Hodômetro – Como Descobrir?

Fraude no Hodômetro - Como Descobrir?

Compra e Venda | Por: | 20 jan 2016 | 0 comentário

Na compra do seu carro Usado ou Seminovo, uma das coisas que fica quase que por último a ser vistoriada é a quilometragem, pois na hora da compra somos movidos pelo visual e nos atentamos somente para a aparência do carro. Isso pode mascarar problemas ou até mesmo fraudes que podem lhe prejudicar muito em um futuro próximo.

Fraude no hodômetro, mesmo sendo uma atividade ilegal passível de processo por estelionato, continua sendo um grave problema na compra de um carro usado. Mesmo os hodômetros digitais podem ser facilmente revertidos.

Vou frisar aqui um assunto que causa muito medo e prejuízos enormes a muitas pessoas, mas tenha certeza, você não fará parte desta estatística porque, a partir de agora, terá a informação necessária para não cair neste tipo de fraude. Você vai aprender a como detectar indícios de uma provável fraude no hodômetro.

Tenho visto muitos carros com o hodômetro revertido e isso me faz lembrar que há um tempo atrás um amigo meu estava comprando um Honda Civic 2009. No hodômetro estava marcando 96.000 km e uma quilometragem dessas para um carro 2009 encantava a qualquer um que fosse comprar, não fosse por algumas evidências de que tinha algo errado.

Logo que este meu amigo pediu para fazer o test drive conseguiu observar algumas itens do interior que não estavam de acordo com a quilometragem. Saiba quais são os itens que determinam a real situação do carro:

  • Volante - olhe o desgaste, se tem marcas de uso.
  • Pedais - também precisam ser vistos, pois os pedais se desgastam.
  • Marcas de chave ou de ferramentas, riscos perto do hodômetro ou se algum número de dentro está  com marcas.
  • Dependendo da quilometragem do carro, os pneus são grandes evidências também. Tenha em mente que um carro bem utilizado roda em torno de 15 mil km por ano, faça as contas e veja se os pneus são iguais.

Observando estes quesitos, surgiu a dúvida na quilometragem. Como era um Honda Civic, ele acabou ligando para um amigo que trabalhava na Concessionária Honda, passou a placa, o modelo e ano do carro. Constava no cadastro que este mesmo carro havia passado por uma revisão recente e a quilometragem marcada era de 250 mil km.

Conclusão: meu amigo devolveu o carro na mesma hora!

Você viu a importância de ter informações como estas? Tenha cuidado! Mesmo comprando em lugares conhecidos, considere que o carro vai ficar com você por no mínimo 1 ano e com o hodômetro adulterado, muitas peças que precisariam ser trocadas em uma quilometragem exigida pelo fabricante passariam do momento certo da revisão, e aí é a sua vida que está em jogo!

Quer saber como você pode trocar de carro sem perder dinheiro?

Cadastre seu e-mail e assista a um vídeo que mostra o passo a passo

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO


Sobre o Autor


Foto Autor

João Paulo Machado

João Paulo é um apaixonado por carros, com anos de experiência neste ramo, comunicador, especialista em negociação e vem ajudando pessoas a trocar de carro sem perder dinheiro. [Saiba mais]

Paginação entre posts

Posts Relacionados


Não há posts relacionados.

Comentários


Deixe o seu comentário